17 de setembro de 2010

O mínimo de José Serra



Seria cômico se não fosse só ridículo. Zé Serrote promete o salário mínimo nacional de 600 merrecas para o próximo ano, e dá como garantia a afirmação de que o mínimo paulista é superior ao nacional. Verdade! O mínimo paulista é de 560 paus, contra os 510 do nacional. O que torna ainda mais grave que os salários dos servidores públicos do estado sejam inferiores aos de outros estados! O servidor público paulista é, dessa maneira, desvalorizado duas vezes!!

Por que os tucanos continuam rejeitando a Lei Federal 11.738, que estabelece o Piso Salarial de 950 contos para o professor, hein Zé???

E aí vem o Curso de Formação do Professor propor ações para integrar a escola e as famílias dos alunos, sendo uma delas a do “professor visitador”, como já ocorre em Taboão da... Serra (será uma mensagem subliminar?). Mas parece que lá quem paga o pró-labore desses professores são a Microsoft e a Fundação Abrinq. Quem vai pagar para instituir o programa em todo o estado? Ou vão querer que os professores trabalhem como voluntários não-remunerados? Nada mais justo, já que insistem tanto que professor não é profissão, mas “vocação”. Afirmação apenas parcialmente verdadeira, pois tem nos parecido que professor não é mesmo profissão, mas uma sina.

A propósito, os professores não são a única categoria de funcionários públicos fedidos e mal pagos. É assim na saúde, no judiciário, na segurança... Quando Alckmin falar em segurança pública, por exemplo, não se esqueçam de que São Paulo é o estado que pior remunera os delegados de polícia.

3 comentários:

Filha da Ilhéu, Adrienne disse...

é ridículo mesmo esse salário mínimo,O Serra querendo comparar um aumento de 70 reais, é até engraçado de ver aquela propaganda. Se fosse para comparar valores o PCO deveria se eleger já no primeiro turmo pois tem uma proposta de 2.500 reais para o mínimo.

Filha da Ilhéu, Adrienne disse...

é ridículo mesmo esse salário mínimo,O Serra querendo comparar um aumento de 70 reais, é até engraçado de ver aquela propaganda. Se fosse para comparar valores o PCO deveria se eleger já no primeiro turmo pois tem uma proposta de 2.500 reais para o mínimo.

Rodrigo disse...

A proposta do Ze Serrote é salário minimo, salário minimo para todo o funcionalismo estadual, e se se eleger, também para o federal. Nivelamento por baixo. Seiscentão pra todo mundo!!!!