18 de agosto de 2010

Analfabetismo Político

Geraldo Alckmin, como José Serra, gosta de brincar com números, principalmente quando se trata de índices facilmente maquiáveis, como os do Idébil e o do Sarampesp, e também gosta de usar números que, isoladamente, mostram uma "realidade" que é só deles. Por exemplo, que 45% dos transplantes do Brasil são feitos no estado de São Paulo. Isso significa, para ele, que a saúde pública está ótima em nosso estado. Desde 2004, São Paulo cresce mais que o PIB do Brasil. Isso significa que podemos pagar tranquilamente as altas tarifas dos pedágios, pois temos dinheiro de sobra! Lembrando que as empresas privadas que receberam as concessões do governo estadual lucram atualmente 3 vezes mais que os bancos! E temos as 10 melhores rodovias do país! Como se isso fosse graças ao modelo de concessões feitas em seu governo, quando na verdade os 23 bilhões investidos pela iniciativa privada foram apenas para recuperar, e não para construir, estradas que já existiam antes da dinastia tucana...
E que importância tem o fato de serem raros os alunos do Ensino Mérdio que conseguem ler e interpretar adequadamente um texto? O que importa é que nosso estado é o primeiro colocado no Idébil de 5ª a 8ª séries, o segundo de 1ª a 4ª e o terceiro no Ensino Mérdio! Isso é que é avanço, benza deus! Acho que ele esqueceu que o Brasil caiu 12 posições no último relatório da Unesco, e já somos o 88º dos 128 do ranking. Isso facilita um pouco as coisas, não? E ele ainda disse no debate que "nós vamos avançar MAIS"! Mais ainda, Geraldo?!! Por alguma razão isso me lembra aquela anedota em que o candidato diz do alto do palanque: "quando assumi a prefeitura desta cidade, estávamos a um passo do abismo, mas graças à minha gestão, conseguimos dar um passo à frente"...

Infelizmente, nosso estado continua revelando um dos piores índices de analfabetismo político: é a única explicação para tanta gente insistindo em votar em figuras como Geraldo Alckmin, José Serra e Orestes Quércia. Sinceramente, sou mais o Tiririca.

8 comentários:

Alexandre disse...

Brilhante Maurão! Em especial, o passo adiante na frente do abismo. Tenho certeza que se o tucanada continuar esse passo será dado.

Roberto Marques disse...

Você deve ser tão ignorante quanto ele, porque não dá para acreditar que alguém vote no Tiririca e não enxergue a competencia do Serra, do Alckmin e do Quércia...... Você só pode ser uma piada.

Mauro Bartolomeu disse...

Sr. Roberto, talvez eu seja mesmo um ignorante. Poderia por obséquio me esclarecer que competência é essa que o Sr. enxerga nesses candidatos?

Rodrigo disse...

Poxa, eu enxego muita competência no Serra, no Alckmin,e no restante dessa turma de longos bicos, ou melhor, de longos narizes! Competência para sucatear serviços públicos, competência para o fascismo travestido de democracia. Eles são muito competentes mesmo. Os dois citados acabaram de dar o golpe de misericórdia na educação e na saúde de são paulo, e botaram o judiciário, agora transformado em bosticiário, em agonia. Esse alckmin é como um alquimista mesmo, só que às avessas, e muito competente por sinal. Onde põe o dedinho a coisa pública vira bosta. A coisa pública, pois a particular vira ouro. Judiciário virou bosticiário. São realmente muito competentes. Já o tiririca é uma piada mesmo. Ele é a encarnação da piada que virou a política nacional. Por isso, vou votar nele também!

Rodrigo disse...

ANALFATISMO POLÍTICO E ANALFABETISMO MATEMÁTICO

O analfabetismo político permite a continuidade da dinastia dos pássaros de longos narizes. Somado a esse analfabetismo, existe um outro analfabetismo, oriundo das escolas públicas deterioradas por sucessivas gestões tucanas, que é o analfabetismo matemático. O analfabeto matemático crê em estatísticas, principalmente naquelas manipuladas por governos tucanos. A analfabeto matemático acredita com sinceridade na suposta erradicação do analfabetismo em sentido lato. O analfabeto matemático vota 45.

Alexandre disse...

Maurão do céu! Tem gente que tá enxergando coisas além do espectro das cores e da percepção também.
Já imaginou a competência do Alckmim, do Serra e do Quércia? Que Deus tenha piedade de nós.
Mió ser ignorante.

Anônimo disse...

não sei pq alguns prof° tem ódio dos políticos do 45, se for por causa de salário, é meio errado isso. Evidente que, tem prof° no país que não trabalha e ganha, e tem que trabalha e não ganha, devia ficar 10X0 pro Governo.

Vote 45.

Mauro Bartolomeu disse...

Caro anônimo, com todo respeito, não entendi seu raciocínio, se é que de raciocínio se possa chamar.